Gladson Cameli aponta crime de responsabilidade e diz ser preciso zelar pelas contas públicas

Senador anunciou que seu voto é favorável ao afastamento da presidente da República

Primeiro senador a discursar na última sessão do processo de julgamento da presidente da República por crime de responsabilidade no início da tarde desta quarta-feira (30), Gladson Cameli (PP-AC) defendeu o impeachment e reforçou a importância das instituições democráticas.

“Vivenciamos hoje um momento crucial da história política brasileira, em que nossas instituições democráticas estão sendo provadas a ferro e fogo. Trata-se, na verdade, de um verdadeiro rito de passagem político, jurídico e social, em que nossa democracia deve provar, de uma vez por todas, sua força e maturidade”, disse o parlamentar acriano.

 

 

Gladson lembrou o desenvolvimento dos parlamentos ao longo da história, bem como as funções e analisou que, independente do sistema de governo adotado, o Poder Legislativo desempenha papel fundamental no chamado sistema de freios e contrapesos e que um dos mais importantes é o controle orçamentário.

“Estamos aqui legitimamente para representar o cidadão. Não só para legislar em seu interesse, mas para defendê-lo dos excessos do poder Executivo. Uma dessas frentes é controlar e fiscalizar os seus atos, notadamente no que diz respeito ao orçamento e às finanças públicas, usando todos os instrumentos legais ao nosso alcance para cobrar o uso eficiente dos recursos públicos, bem como legalidade e transparência”, disse Gladson.

Ratificou sua posição favorável ao afastamento definitivo de Dilma Rousseff e novamente parabenizou o trabalho do relator, Antônio Anastasia (PSDB-MG). “Todos aqui sabem a minha opinião. Desde o início, fui favorável ao impeachment da presidente da República, que cometeu, sim, crime de responsabilidade e deve receber as sanções previstas em lei. O parecer do senador Anastasia é o nosso grande farol nesta questão, tanto pelo brilhantismo jurídico e acadêmico da peça irretocável, quanto pela força dos seus argumentos e pela serenidade e imparcialidade demonstrada”, louvou.

 

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades em primeira mão!

Comentários

Siga nas redes sociais:

Receba Novidades