Ponte do Rio Madeira: Cameli faz quarta visita técnica à obra e garante normalidade no cronograma junto ao DNIT

DNIT garante a Gladson que fase de fundação mais complexa será concluída ainda este ano. Vão de uma das cabeceiras já tem mais de 200 metros de concretagem. Obra segue cronograma de acordo com repasses de recursos pelo governo federal.

O senador Gladson Cameli (PP-AC) fez, durante a tarde de quarta-feira (13), a quarta visita técnica às obras da ponte sobre o Rio Madeira, na região de Vista Alegre, no Abunã (RO). Acompanhado do deputado estadual Nicolau Júnior (PP), técnicos do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT) e engenheiros, visitou os canteiros de obras e percorreu de voadeira trechos navegáveis para fiscalizar o andamento dos serviços.

 

Na chegada ao canteiro de obras na cabeceira de Vista Alegre, Cameli concedeu entrevista coletiva à imprensa destacando a garantia dada pelo presidente Michel Temer, que priorizou o repasse de recursos para o cronograma de serviços, destacando assim a importância da ponte para os acrianos.

"Graças a Deus o presidente Michel Temer entendeu a importância desse investimento para o desenvolvimento do estado do Acre. Estou aqui cumprindo o que foi acordado durante audiência com a Bancada do Norte, fiscalizando o andamento dos serviços”, disse Cameli. 

O senador foi convidado pelo analista do DNIT, Daniel Piatti, para conhecer o vão de 200 metros que está na fase final da concretagem. Durante o percurso de visita, Piatti garantiu que a parte mais complexa da obra – a perfuração do subsolo na busca por terreno rochoso – será concluída ainda neste verão.                                                                       

 

 

 

 

 

 

Com relação a mudança de projeto por causa dos pilares do vão central da ponte, que apresentavam vibrações devido os balseiros, Piatti afirmou que os impactos mais prejudiciais foram da cheia do Rio Madeira no ano passado. Os técnicos do DNIT revelaram que a única mudança no projeto ocorreu devido a cheia total na cabeceira do Abunã, que passou de 94 para 100 metros.

O ritmo das obras deixou o senador Gladson Cameli otimista. Ele deve apresentar um relatório situacional sobre os serviços da ponte na próxima reunião de trabalho com o presidente Temer, agendada para o dia 2 de agosto.

“Essa notícia deixa todos nós muito esperançosos de que essa obra será concluída antes do prazo, o que será uma vitória não só do povo do Acre e de Rondônia, mas de todo país”, finalizou o senador progressista.

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades em primeira mão!

Comentários

Siga nas redes sociais:

Receba Novidades